Sem Bolsonaro, PP decide convidar Mourão a se filiar


O partido Progressistas (PP) decidiu convidar o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), para se filiar à legenda, após tentativas frustradas de atrair o presidente Jair Bolsonaro.

O convite partiu do dirigente da sigla, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e foi confirmado pelo vice-presidente ao colunista Igor Gadelha, do Metrópoles. Ao portal, Mourão disse que ainda não tomou uma decisão acerca do assunto.

– Está em estudo – declarou o vice-presidente.

Caso o general decida deixar a atual legenda, PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro), e migrar para o PP, ele seguiria como candidato a vice-presidente de Bolsonaro nas eleições 2022. Se a chapa não se repetir, o militar deve disputar o Senado pelo Rio Grande do Sul ou o governo do Rio de Janeiro.

O presidente Jair Bolsonaro está analisando as possibilidades sobre a filiação ao PL (Partido Liberal), que acabou suspensa devido ao apoio da sigla a partidos de esquerda, como o PT.

– Algumas coisas incomodaram um pouco o presidente, como uma nota oficial do PL autorizando executivas de alguns estados a apoiarem alguns partidos que são, no nosso ponto de vista, impossíveis de estarem conosco, como o PT, por exemplo – declarou o filho do chefe do Executivo, senador Flávio Bolsonaro, ao R7.

Nessa segunda-feira (15), o presidente declarou que decidirá sobre o assunto em até três semanas.

– A possibilidade existe. Eu tenho um limite. É o que tenho falado: espero pouquíssimas semanas, duas ou três no máximo, para casar ou desfazer o noivado. Mas acho que tem tudo pra gente ficar feliz – assinalou Bolsonaro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.