DPCA divulga nota sobre suposta venda de criança de 3 meses por 10 Reais no Piauí


A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente-DPCA, no tocante a uma suposta venda de uma criança de três meses, feita pela genitora da mesma, a um casal, fato ocorrido no dia 12/01/20, no bairro Parque Brasil III,vem informar que logo que se tomou conhecimento do fato, diligenciou-se, localizando as pessoas envolvidas, bem como a criança, sendo que no dia de hoje (20/01) todos os envolvidos foram ouvidos e liberados,em razão de não existir mais situação de flagrante delito, e a criança foi entregue ao Conselho Tutelar, para as providências relacionadas à guarda, perante o juizado da Infância e Juventude.

Quanto à ocorrência do suposto crime previsto no Art. 238, do Estatuto da Criança e do Adolescente, cometido pela genitora da criança e pelo casal que a recebeu, mediante suposto pagamento, ainda restam ultimar algumas diligências para se concluir se houve ou não o crime ora apurado, sendo que o resultado será, ao final, encaminhado ao Ministério Público, para as providências que entender de direito, conforme informado pelo Delegado Antonio Barbosa Cardoso Filho, lotado na DPCA.










Assessoria de Imprensa da Polícia Civil

About Redação