Prefeito de Francinópolis sai em defesa de mulher que foi xingada por Oeirense

O prefeito de Francinópolis, Paulo Cesar, mostrou total indignação com o comportamento de um oeirense que criticou a ida de uma senhora para Oeiras testada positiva para a Covid-19 em Francinópolis nesta quinta-feira, 23 de abril.

Ela é o segundo caso registrado na cidade e residia na mesma casa do primeiro caso.

Ao tomar conhecimento das agressões impublicáveis, o prefeito identificou o autor do áudio e lamentou as agressões dizendo que a regulação de pacientes não é feito por Francinópolis. Disse também que iria a Oeiras nessa sexta-feira (24) registrar um B.O contra o mesmo pelas agressões injustas.

O prefeito lembrou que Francinópolis foi uma das primeiras cidades a adotar as barreiras sanitárias e higienização das ruas, a vacinar todos os idosos em suas casas contra a gripe para evitar a aglomeração de pessoas, atitude essa elogiada publicamente pelo governador Wellington Dias que pediu que as outras cidades seguissem a mesma orientação e que a prefeitura vem adotando um protocolo de testar o máximo possível da população.

Para isso, a gestão municipal adquiriu novos testes que chegarão até a próxima semana.

Outra medida forte adotada pela prefeitura foi de estipular multas de até cinco mil reais a populares e comerciantes que desrespeitarem a quarentena e provocarem aglomerações. Paulo Cesar lembrou que quase 90% da população está usando máscaras nas ruas mostrando que a população está se cuidando.

O prefeito lembrou que a senhora não tem culpa de ter sido infectada e muito menos de ter sido regulada para Oeiras, no entanto são inaceitáveis as ofensas e o comportamento do oeirense, que segundo o gestor, não reflete o comportamento da sociedade oeirense, onde trabalhou como delegado por dois anos. Informações do Portalv1

NOTA DE REPUDIO

O Grupo Educacional-GE5, composto pelos gestores de educação das cidade de Barra D’Alcântara, Elesbão Veloso, Francinópolis, Tanque do Piauí e Várzea Grande divulgou nesta sexta-feira (24) nota de repúdio a ataques sofridos a segunda paciente testada como positivo para o CODIV-19 de Francinópolis.

About Redação