Servidores da rede estadual de educação em Oeiras confirmam apoio a greve em Oeiras

Reunidos em Assembleia realizada na noite da última sexta-feira, 07, no auditório do SINTE em Oeiras, os trabalhadores da rede estadual da educação do Piauí decidiram apoiar a greve geral da categoria.
A deliberação da categoria na assembleia geral realizada na manhã de terça-feira (4), foi de entrar em greve geral por tempo indeterminado a partir desta segunda feira, 10, sem começar, portanto, o período letivo.
O presidente do Sinte-Oeiras, José Augusto Vieira, conclamou a categoria para se manter unida em prol da defesa dos direitos dos trabalhadores, os quais o Governo do Piauí se nega a cumprir.
Os trabalhadores em educação reivindicam: Reajuste salarial de 17,01% referente aos anos 2019 e 2020 para professores e funcionários (ativos, aposentados e pensionistas); Mudanças de classe e de nível, Deferimento das aposentadorias, Reenquadramento dos técnicos; Infraestrutura das escolas; Transporte e merenda escolar.
Nas cidades que compõem o Núcleo Regional de Oeiras, muitas já anunciam que também não iniciarão o ano letivo confirmando que o movimento grevista deve se fortalecer mais ainda.   
Nesta segunda feira, 10, os trabalhadores da educação reunidos em Teresina realizam uma grande manifestação em frente ao Palácio de Karnak.
Com informações do Folha Oeiras

About Redação