Piauiense morta no DF foi vitima de serial killer

A Polícia Civil do Distrito Federal aponta que a morte da doméstica piauiense Genir Pereira de Souza, 47 anos, assassinada em junho deste ano, está relacionada a uma série de atentados contra mulheres, incluindo um outro homicídio.

O corpo de Genir foi encontrado em estado de decomposição em um matagal na região de Paranoá (DF), dez dias depois de ter desaparecido.

Após o desaparecimento de uma segunda vítima – a advogada do Ministério da Educação, Letícia Sousa Curado, 26 anos – a Polícia Civil chegou ao suspeito e prendeu no último domingo (25) Marinesio dos Santos Olindo, 40 anos, apontado pelas investigações como autor da morte de Letícia e da piauiense.

O corpo da advogada foi encontrado nessa segunda-feira (26) dentro de uma manilha. O trabalho investigativo foi feito pela equipe policial da 31ª Delegacia de Polícia de Planaltina.

“Após o desfecho do caso, outra vítima que fugiu do autor, em 11 de agosto, foi até a delegacia para reconhecê-lo. Ainda, restou provado que o criminoso também vitimou Genir P.S., 47 anos, em 12 de junho deste ano. Os investigadores, agora, apuram se há ligação entre M.S.O. e outras ocorrências de desaparecimento de mulheres registradas recentemente no Distrito Federal”, aponta a Polícia Civil de DF em nota publicada no site da instituição.

About Geciano Vieira

0 Comments:

Postar um comentário