Professores e donos de escolas devem 'suspender' aulas presenciais do dia 26 ao dia 4 de abril


O presidente do Sindicato dos Professores e Auxiliares da Educação do Piauí (Sinpro), Jurandir Soares, informou na noite desta terça-feira (23/03), que as aulas presenciais nas escolas particulares do estado estarão suspensas por 10 dias a partir do dia 26 de março até o dia 04 de abril.

Jurandir disse que houve uma reunião "amistosa" com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Piauí (Sinepe).

"Ficou decidido que haverá uma suspensão das aulas presenciais por dez dias, começando no dia 26 de março até o dia 4 de abril. Dessa forma, contempla toda nossa categoria e é necessário essa suspensão, devido ao alto índice de disseminação dessa doença, e lógico, faremos os ajustes necessários com o decreto do governador mediante uma assembleia da categoria", disse.

Na prática serão dez dias sem aulas presenciais, mas como haverá dois dias de feriado antecipado pelo governo, somado aos dias parados por conta da Semana Santa, acaba que a suspensão será apenas de dois dias, pois as aulas normalmente já parariam no feriado religioso. Informação 180 Graus


Jurandir pediu que alunos, professores e a sociedade em geral compreendam o momento difícil que todos estão passando para baixar os números de casos da Covid-19 no estado.

"Conclamo que a sociedade compreenda que nesse momento estamos vivendo uma situação difícil onde há superlotação nos hospitais com fila de espera por uma UTI, por atendimento, então é necessário a compreensão de toda comunidade estudantil, comunidade de professores e a sociedade em geral para que possamos baixar esses números", finalizou Jurandir.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.