Depois do abuso, postos reduzem em até R$ 0,70 o valor da gasolina


Antes mesmo de a Petrobras anunciar redução de 4,95% nos preços da gasolina nas refinarias, os postos resolveram corrigir os abusos que vinham cometendo contra os consumidores. Depois de fixarem o valor da gasolina nas bombas em R$ 6,199, agora, cobram até R$ 5,499 — diminuição de R$ 0,70 por litro.
Segundo gerentes de postos, com a gasolina acima de R$ 6, o consumo desabou, situação também agravada pelo toque de recolher decretado pelo governo do Distrito Federal entre 22h e 5h da manhã. “Melhor reduzir a margem de lucro do que ficar com o estoque encalhado”, diz um profissional.


Mas é preciso muita pesquisa antes de encher o tanque. Os valores do litro da gasolina nas bombas estão variando muito. Se, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), os preços do combustível passaram de R$ 6,199 para R$ 5,499 o litro, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG), variam entre R$ 5,999 e R$ 6,199.


Em Águas Claras, no Guará e em Vicente Pires, dá para abastecer com a gasolina a R$ 5,599 o litro. Esse valor também pode ser encontrado em alguns postos da Asa Sul e da Asa Norte. Basta andar uma quadra a mais para encontrar uma boa diferença dos valores nas bombas.


Especialistas recomendam atenção


Para especialistas, os preços da gasolina, que têm pressionado a inflação, continuarão dando dor de cabeça em muita gente. Eles afirmam que é preciso ficar muito atento aos rumos da Petrobras, que terá mudanças importantes em seu comando, a começar pela substituição de Castello Branco pelo general Joaquim Silva e Luna.


Muitos se perguntam se, com a nova diretoria, a petroleira mudará sua política de preços. A aposta é de que, por determinação do presidente Jair Bolsonaro, a empresa passe a anunciar mudanças nos valores dos combustíveis — para cima ou para baixo — em períodos mais alargados, não a toda semana, como se observa atualmente.


FONTE: Correio Brasiliense

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.