Laboratório americano afirma ter encontrado anticorpo que protege 100% do coronavírus

Uma empresa farmacêutica trouxe esperança ao anunciar, na última sexta-feira (15), ter encontrado um anticorpo que inibe 100% a infecção pelo novo coronavírus. De acordo com o laboratório, a ação do anticorpo ocorre em apenas quatro dias. Até então, os estudos são apenas pré-clínicos, ou seja, ainda não foram testadas falhas nem eficácia em humanos. Informações Portal Nacontramao Piauí

As pesquisas realizadas mostram que o anticorpo chamado de STI-1499 se destacou entre bilhões de candidatos que a empresa está estudando. Ele conseguiu bloquear completamente a ligação da proteína spike do coronavírus (semelhante a uma coroa em volta do vírus) com o receptor ACE2, localizado nas células humanas. Com a ação do anticorpo, o Sars-CoV-2 não consegue se replicar a espalhar a infecção.

A empresa farmacêutica Sorrento Therapeutics ainda afirmou que pretende incluir o anticorpo no coquetel que está desenvolvendo, chamado de Covi-Shield, que será composto por uma mistura de diferentes anticorpos que fornecem proteção contra diferentes cepas do vírus.Continua depois da publicidade

A farmacêutica está discutindo com os órgãos reguladores sobre como agilizar o desenvolvimento do tratamento potencial. O primeiro passo é obter a aprovação do Food and Drug Administration (FDA), que é o órgão que regula os medicamentos nos EUA. Além disso, ela precisará ser testada em animais.

Em seguida, será solicitada autorização para iniciar a testagem de segurança e eficácia em seres humanos.

Segundo a farmacêutica, a ideia é produzir até 200 mil doses por mês. Enquanto busca aprovação, a empresa já planeja a fabricação de 1 milhão de doses.
27