Mulher baleada na cabeça ao tentar proteger a filha morre no HUT

Morreu na madrugada desta segunda-feira (23) a mulher de 57 anos, identificada como Rita Aparecida de Sousa, que foi baleada na cabeça dentro de uma residência no município de João Costa, distante 380 KM de Teresina, no último domingo (22). Rita Aparecida foi baleada dentro de casa após tentar proteger a filha, que seria alvo da ação do ex-namorado.

A mulher de 57 anos foi encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e teve óbito confirmado às 2h20 desta madrugada. De acordo com a assessoria da unidade de saúde, a Rita Aparecida deu entrada às 17h48 e não resistiu ao disparo.

Entenda o caso

Duas pessoas foram baleadas na madrugada do último domingo (22), dentro de uma residência na cidade de João Costa, próxima a São Raimundo Nonato. Segundo informações da Polícia Militar de São João do Piauí, um homem invadiu a residência da ex-companheira para matá-la, mas se deparou com a mãe dela, que tentou intervir e acabou sendo baleada na região frontal da cabeça.

Na ação, um homem não identificado foi atingido no pescoço e no joelho, sendo encaminhado ao Hospital Regional de Floriano, por se tratar de menor gravidade. A mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito de efetuar os disparos encontra-se foragido.

About Redação