Contra o STF, caminhoneiros ameaçam entrar em greve

Um grupo de caminhoneiros tem ameaçado entrar em greve caso o Supremo Tribunal Federal (STF) derrube a possibilidade de prisão em segunda instância. A mudança pode beneficiar presos da Lava Jato, como o ex-presidente Lula.

– Se vocês soltarem tudo que é ladrão, principalmente o maior de todos eles, que é o Lula, vocês vão ver a maior paralisação que o país já teve. E quando o caminhoneiros param, o Brasil para. Fica esperto, Toffoli – declara um caminhoneiro identificado como Marcão.

– Já viram caminhão subindo rampa? Vocês querem soltar bandido para benefício próprio de vocês. Chega! Ou vocês trabalham direito ou vão ver o que vai acontecer. Isso não é um recado não, é uma promessa – afirmou outro caminhoneiro.

Os vídeos com essas e outras ameças de greve já chegaram aos ministros do STF. Gilmar Mendes, por exemplo, afirmou que essa “decisão atinge um número baixo de pessoas” ao comentar as declarações.