Confederação Israelita rebate declaração de Ciro Gomes


Nesta segunda-feira (7), a Confederação Israelita do Brasil (Conib) se manifestou em suas redes sociais sobre uma nova declaração de Ciro Gomes. Segundo o grupo, o político fez “acusações genéricas e sem comprovação alguma contra judeus”.

O comunicado foi publicado após Ciro acusar o que chamou de “empresas corruptas de Israel” de financiarem, de forma ilegal, a campanha eleitoral do atual presidente Jair Bolsonaro. Gomes tinha se pronunciado por meio de seu perfil no Facebook.

– Impressiona a recorrência de Ciro Gomes nesse tipo de afirmação quando se trata de Israel e da comunidade judaica brasileira. Mas tudo tem limite. E o ex-ministro já passou desse limite. Sugerimos a ele que diga quais são essas empresas e pessoas e apresente comprovação de suas acusações – declarou a nota.

O texto foi assinado pelo presidente da Conib, Fernando Lottenberg. Este foi a segunda vez que a confederação comentou declarações de Ciro a respeito de judeus. Em uma publicação do início de setembro, o grupo chegou a publicar que o posicionamento do ex-candidato à Presidência fez com que a Conib e a Sociedade Israelita do Ceará (SIC) movessem um “processo judicial contra o pedetista por antissemitismo”.

About Geciano Vieira