A Herança do PT: Uespi é fechado com cadeado em Oeiras

Professores e acadêmicos decidiram realizar ato para chamar atenção das autoridades e sociedade local para a atual situação do Campus da Uespi em Oeiras.
No ato realizado nesta manhã, foi realizado o fechamento dos portões da instituição com a colocação de uma corrente no portão e fechamento com um cadeado como um símbolo do pedido de socorro.
Em ato realizado anteriormente, acadêmicos e professores fizeram um abraço simbólico ao prédio do Campus professor Possidônio Queiroz com o grito de “A UESPI SE NEGA A MORRER”. Ainda segundo estudantes, além da falta de professores, os 12 alunos do curso de matemática ainda não tiveram suas matrículas renovadas mesmo com período letivo já tendo iniciado. 
De acordo com professores da Campus de Oeiras, a manifestação acontece depois de inúmeras tentativas de negociação institucional com a administração superior e diante da total falta de encaminhamentos por parte dela, decidiu em assembleia geral iniciar um processo de paralisação e mobilização local a partir de segunda-feira, dia 23 de setembro de 2019, a fim de ter as seguintes reivindicações atendidas imediatamente:
1. Concurso imediato para professor efetivo do curso de Matemática;
2. Encaminhamentos, junto ao Conselho Estadual de Educação do Piauí, para a publicação dos pareceres de avalição para reconhecimento dos cursos de Letras/Português, Pedagogia e História;
3. Encaminhamento para abertura de novas turmas para 2020.1 dos cursos de Letras/Português, Pedagogia e História;
4. Pagamento integral das bolsas de monitoria em atraso e dos demais auxílios estudantis;
5. Nomeação imediata de professor efetivo para o curso de História;
6. Cronograma definitivo de conclusão e inauguração do novo campus de Oeiras.
O campus Professor Possidônio Queiroz ficará fechado hoje como um primeiro aviso ao Governador e à Administração Superior para que as nossas reivindicações sejam atendidas. A partir das 19h00 haverá mobilização na sede do campus.
Fonte: folha Oeiras

About Geciano Vieira

0 Comments:

Postar um comentário