Temístocles confirma que MDB terá candidato contra indicado de Firmino em 2020

Em entrevista à Rádio Jornal Meio Norte, o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Temístocles Filho (MDB) confirmou que o partido não deve se aliar ao PSDB nas eleições municipais de Teresina em 2020. De acordo com o deputado, o partido já trabalha um nome para ser candidato à prefeitura de Teresina no próximo pleito, possivelmente contra o candidato a ser indicado pelo prefeito Firmino Filho (PSDB) que não pode concorrer a reeleição. Vale ressaltar que Firmino tem hegemonia na capital e por aqui já se elegeu quatro vezes como prefeito.

Porém vale lembrar, que o deputado Temístocles já andou se estranhando com o prefeito da capital. Em 2015, por exemplo, quando Temístocles disputou pela sexta vez consecutiva a presidência da Alepi, o prefeito de Teresina – Firmino Filho (PSDB), apesar de não ter direito a voto, declarou apoio ao candidato de oposição a Temistocles, que era o deputado Fábio Novo (PT). Vale ressaltar que Fábio era candidato do PT e, mesmo assim, teve o apoio do tucano mais ‘monocromático’ do Piauí.

Desde então, a relação entre Temístocles e Firmino Filho não é das melhores. Apesar dessa divergência, o prefeito Firmino Filho teve como vice nas eleições de 2016 o ex-reitor da UFPI, Luiz Junior (PMDB), que formou chapa e foi eleito com o tucano. Mas ao que tudo indica, Luiz Junior foi indicado pelo outro comando do então PMDB que hoje se chama apenas MDB, essa duplicidade no comando do partido é ‘disputada’ entre Temístocles e Marcelo Castro, a última divergência dentro do partido foi o fato do governador Wellington Dias (PT) ter deixado de lado a então ‘dado como certa’ indicação de Temistocles (MDB) para vaga de vice na chapa petista para disputa a reeleição ao governo. Onde Wellington preferiu deixar Temistocles de lado e indicou Regina Sousa (PT) para ser sua vice e ainda apoio Marcelo Castro (MDB) para o senado, sendo todos eleitos.

About Geciano Vieira

0 Comments:

Postar um comentário